Paisagem Vaga

2007


The four drawings in the Paisagem Vaga series were a harbinger of the skyline fracture with which I would work in the later series such as Mares do Levante. Here, in the first three drawings, I gradually raise the skyline and in the last work I collapse it, leaving the line tilted to the right. After experimenting with the floating landscape of the Spreads drawings, I was already aware of the features that increased the narrative field of the landscape, and beginning to study the resources of the International Gothic art, and particularly the ones in the Sienese School and its use of pictorial field to accommodate the time of narrative in figurative representation.

Paisagem Vaga

2007


Os quatro desenhos da série Paisagem Vaga foram um prenúncio da fratura dos horizontes dos mares com a qual eu iria trabalhar em séries posteriores, como a dos Mares do Levante. Aqui, nos tres primeiros desenhos eu subo gradativamente a linha do horizonte e no útimo trabalho eu a colapso, deixando a linha inclinada à direita. Depois das experiências com a paisagem flutuante dos desenhos das Dispersões, eu estava já atento à ampliação do campo narrativo na representação da paisagem, e começando a estudar os recursos da arte do Gótico Internacional e particularmente da Escola Sienesa e seu uso do campo pictórico para acomodar o tempo da narrativa na representação figurativa.